sábado, 12 de dezembro de 2015

11K - Módulo 3 - Teste Modelo

Este teste modelo não tem a estrutura do teste sumativo


Grupo I 
Decida da verdade ou da falsidade dos seguintes enunciados:

I.1. Em Atenas a Ecclesia era composta por 500 Estrategos.

I.2. Todos os habitantes de Atenas eram considerados cidadãos.

I.3. Em Atenas a Ecclesia era composta por 500 Arcontes.

I.4. Em Portugal existe uma democracia direta.

I.5. A democracia ateniense, fundada no sec. IV aC., é uma democracia direta.

I.6. Na democracia ateniense a Bulé é a assembleia dos cidadãos.

I.7. As Pólei (Pólei = plural de Pólis) Gregas eram pequenos estados completamente dependentes das cidades vizinhas.

I.8. A democracia Grega não era uma democracia direta, mas uma democracia representativa.

I.10. Os metecos poderiam participar politicamente na Pólis se cumprissem o serviço militar.

I.11. A democracia é uma forma de oligarquia.

Grupo II

Texto 1
“Nenhum estudo de História das Ideias Políticas pode deixar de conceder um lugar de primeiro plano ao pensamento político da Grécia Antiga. Pois foi aí que nasceu a reflexão teórica sobre a colectividade política e sobre o poder e aí atingiu um dos níveis mais altos na história da humanidade. Como afirma um autor, “mais que o Partenon, que as tragédias ou que a eloquência de um Demóstenes, o que acima de tudo faz a grandeza da Grécia Antiga é ter inventado a política”. AMARAL, D. F. (2004) História da Ideias Políticas, vol I, Coimbra, Almedina

Responda a estas questões por palavras suas:
II.1. Explique o que é a isegoria.
Justifique a sua resposta à questão I.2.
II.3. A democracia ateniense era uma democracia direta ou representativa? Justifique a sua resposta clarificando o significado destes conceitos.
II.4. Explique a seguinte afirmação: “A democracia ateniense é uma democracia muito incompleta”. 
II.5. O princípio da separação de poderes é muito importante nos estados de direito democrático. Este princípio existia na democracia ateniense? Responda a esta questão descrevendo os órgãos de soberania da Atenas democrática, indicando as suas funções, poderes e composição, bem como a forma como era feita a escolha dos detentores dos cargos políticos. 

Grupo III


Texto 2
“Para o fascismo, o Estado é absoluto: perante ele os indivíduos e os grupos não são mais que o relativo. Tudo no Estado, nada contra o Estado, nada fora do Estado. (...) O indivíduo só existe enquanto está no Estado: está subordinado às necessidades do Estado e, à medida que a civilização toma formas cada vez mais complexas, a liberdade do indivíduo restringe-se sempre mais. (...) Neste sentido, o fascismo é totalitário (...). Nem partidos, associações, sindicatos nem indivíduos fora do Estado. (...) Nós representamos um princípio novo no Mundo, representamos a antítese nítida, categórica, definitiva da democracia (...)." Benito Mussolini, O Fascismo, 1931

Responda a estas questões por palavras suas:

III.1. Comente o texto 2 confrontando-o com o filme ‘Equilibrium’. 
III.2. Explique em que media a nossa sociedade é diferente da que é descrita no texto 1 (e, também, no filme Equilibrium). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário