sexta-feira, 28 de abril de 2017

O Nome da Rosa

Questões:
1.  Explique a polémica em torno da pobreza de Cristo, discutida no filme (relacionando-a com o tema da justiça social).
2.     Explicite a principal função dos monges copistas. Na atualidade haveria lugar para os monges copistas? Porquê? Como é que hoje se guarda e transmite o conhecimento?
3.     Posicione-se criticamente face às seguintes questões: Qual a importância da religião na vida humana? A religião deve ser mais importante do que a promoção da dignidade humana? Pode existir religião sem fanatismo?
4.     Compare a interpretação que os monges faziam dos sucessivos assassinatos com a atitude e visão de William de Baskerville.
5.     Posicione-se criticamente face às posições da igreja medieval em relação às mulheres.
6.     Porque razão os dirigentes da abadia (e da Igreja) preferiam que as pessoas comuns vivessem na ignorância? Hoje ainda há quem pense da mesma forma? Justifique.

7.     Compare a atitude da igreja medieval face ao saber e à informação, com a atitude que hoje predomina das sociedades desenvolvidas. Hoje a religião pode ser considerada mais importante do que a Ciência no que respeita à resolução dos problemas que afetam a Humanidade? Porquê?


(Trabalho de pares)
I – Com base nos textos desta ficha, elaborem uma reflexão crítica sobre o filme ‘O Nome da Rosa’, desenvolvendo os seguintes tópicos:
  a) A opinião do grupo sobre o filme;
  b) A resposta desenvolvida a pelo menos 4 das questões acima apresentadas.

Como fazer?

Uma reflexão crítica é um texto em que se faz a análise de um documento, experiência ou situação, com o objetivo de retirar daí um conjunto de ensinamentos que possam enriquecer os conhecimentos do autor da reflexão e dos seus leitores. Não se trata de procurar os pontos negativos do que se pretende analisar, mas encontrar aí ideias (problemas, conceitos teses, argumentos, factos) que possam ser explorados de forma autónoma e coerente.
O autor da reflexão deve dar a sua opinião sobre os elementos sujeitos a análise, com vista a mostrar qual o seu ponto de vista sobre esses elementos, procurando questionar-se sobre os temas mais importantes para conseguir explicitar o seu pensamento sobre o objecto da sua reflexão crítica.
Assim, a reflexão crítica pode ter a seguinte estrutura:
                  1. Introdução: breve apresentação daquilo que é objeto da reflexão crítica (neste caso, o filme). Deve ficar explícito o tema central (e/ou problema central) do objeto de reflexão. E deve ser feita uma descrição breve do mesmo.
            2. Análise dos conceitos que estão presentes no objeto da reflexão. Esses conceitos devem ser definidos, se possível com recurso a dicionários,
             3. Problematização: devem levantar-se questões sobre os conceitos e a forma como eles são apresentados.
            4. Argumentação: deve responder-se às questões tendo em conta os dados recolhidos pela análise do objeto da reflexão (o filme), bem como a opinião do autor da reflexão, fundamentada com argumentos coerentes.
             5. Conclusão: síntese final do pensamento desenvolvido nos pontos 3 e 4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário